24 março 2015

Vamos Falar de Filme – O Sétimo Filho


O Sétimo Filho foi aquele tipo de filme que eu olhei a capa e fiquei curiosa, mas não ao ponto de querer assistir, olhei o trailer e aquilo me fez querer assistir ao filme, assisti ao filme e me deu vontade de sair recomendando o filme para TODO MUNDO.

O filme como dá para notar é bem da época medieval, obviamente, onde você vai ver bruxas, dragões, outras criaturas mitológicas, pedras magicas, um quase que caçadores de seres sobrenaturais. Além dos efeitos incríveis que você vai encontrar no filme, tem as lutas maravilhosas que te deixa agoniada e não te deixar tirar os olhos da tela enquanto não terminar.

O filme começa com Gregory que é o sétimo filho do sétimo filho, quando mais novo pretendo uma bruxa, muito poderosa, a denominada Rainha Malkin, onde ele está tentando proteger sua cidade das maldades da bruxa, mas ao invés dele ter a matado, ele decidiu prende-la e esse foi o erro dele. Certo dia, ele estava junto com seu aprendiz em um bar, seu aprendiz avisou que havia uma garota possuída na igreja e que precisava da ajuda dele, Gregory se recusou, disse que não ia e a primeira briga que a gente veja de Gregory com um cara que aparece para se meter na história e acaba apanhando feio, também... O que esperar de um cara que parecia estar bêbado e ainda por cima era muito mais velho que eles?

Chegando lá na igreja Gregory percebeu que era Malkin que havia possuído a menina, tentou prende-la novamente, mas sem resultado e acabou perdendo seu aprendiz que caiu nas garras de Malkin. Malkin quer vingança, isso fica bem claro... Só não sabemos sobre o que exatamente ela quer se vingar e com o tempo a gente entende exatamente o motivo dela.



Gregory foi atrás de um novo aprendiz, pois como ele já estava mais velho, ele meio que precisava da ajuda e principalmente treinar aquele que seria o sétimo filho e o que ficaria em seu lugar. É onde ele encontra Tom. Tom é um jovem fazendeiro, que ajuda seus pais, mas que sempre teve visões de coisas que ele não fazia ideia do que seriam e nessas visões ele sempre viu Gregory mesmo sem fazer ideia de quem ele era. Gregory deixa claro que vai levar o garoto e paga por ele, como se fosse sei lá... Uma mercadoria, a mãe de Tom simplesmente pede para que Gregory cuide de Tom e nisso entrega um colar a Tom com uma pedra para protege-lo.


Tom obviamente não era nada que Gregory esperava, o garoto não sabia lutar, não sabia nada sobre seres sobrenaturais e principalmente teve horas que o garoto não tinha nem coragem de derrotar/acabar com os seres sobrenaturais, ou seja, totalmente diferente daquilo que Gregory precisava. E a partir dai vamos viver uma aventura junto com Tom e Gregory, onde vamos descobrir segredos que nem imaginávamos, um amor talvez considerado até mesmo proibido e muita correria.


Filme de fantasia é ótimo, só pelo simples fato de ter dragões, magia e coisas assim já me encanta e principalmente, me conquista. Mas assim como muitos filmes nesse estilo eu acho que o filme poderia ser um pouco mais longo, talvez com mais tempo as coisas não iriam acontecer tão rápidas e teria tempo para focar um pouco mais em algumas partes. Mas tirando isso, eu diria que o filme foi ótimo, como eu disse desde o início... O filme é daquele tipo que te faz prender a respiração e querer saber como tudo vai terminar. O final foi bem o que esperávamos, afinal, finais nunca são tão diferentes do que estamos acostumados.

Mas... Recomendo o filme sim, principalmente para quem gosta de filmes de fantasia, mas não gosta de ficar tanto tempo na frente de uma tela esperando para ver o final do filme. Um filme de fantasia misturado com muita ação, que para mim deu um ótimo resultado.


Um comentário:

  1. Fiquei curiosa em assistir ao filme. Estranhamente eu tenho um fraco por filmes com dragão. Será que é porque meu signo chinês é dragão?! haha

    O Pequeno Lírio

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...